Dossiê Nintendo Switch

Console de mesa portátil ou portátil que serve como console de mesa?
O Nintendo Switch é o mais novo console da Nintendo, revelado ontem (21/10) com direito a trailer demonstrando a teoria de todas as funções da nova plataforma, porém restam ainda muitas perguntas.
Antes de mais nada, confiram abaixo o trailer do Nintendo Switch:

Agora vamos destrinchar tudo sobre o Nintendo Switch.
O trailer mostra que boa parte dos rumores sobre o console eram verdadeiros, teremos uma plataforma caseira mesclada com portátil.
Como console portátil temos uma tela de aproximadamente 5-7 polegadas que poderá ser acoplada em dois joysticks chamados de Joy Con para se tornar um controle apenas, ou então a tela poderá ficar fixa em uma superfície enquanto cada lado do Joy Con pode se tornar um controle apenas ou até dois controles para multiplayer local. Ainda foi mostrada a possibilidade de interação local entre dois Nintendo Switch's com multiplayer em até 4 pessoas, não foi confirmado até quantas plataformas poderão ser integradas localmente para jogatina em grupo.


Segundo a Nintendo a tela do Nintendo Switch é uma tela de alta definição e brilho, podendo ser levado a todos os tipos de locais e desfrutar da experiência de gameplay de um console de mesa em qualquer lugar.


Como console de mesa, o Nintendo Switch irá permanecer no Nintendo Switch Doc, uma base fixa em que quando encaixamos a tela, a imagem é transmitida imediatamente para a televisão, mas caso seja removida, será transmitida a partir da tela do Nintendo Switch. Após a tela acoplada, poderemos remover o Joy Con e encaixá-lo no Joy Con Grip, um acessório para dar estabilidade e simular um controle inteiro para o Joy Con. Não foi confirmado se a possibilidade de utilizar o Joy Con dividido em 2 para multiplayer local é válido para o modo "console de mesa". Além disso foi mostrado também o Nintendo Switch Pro controller, um controle mais semelhante aos convencionais e bem semelhante ao pró controller do Wii e Wii U.


O console irá funcionar com cartuchos semelhantes aos do Nintendo 3ds, mas não foi confirmado se o mesmo irá servir apenas para instalador dos jogos ou se os jogos inteiro irão precisar apenas de uma rápida instalação de sistema para então poderem ser jogados.


Por último assistimos uma partida de dois times de e-sports se enfrentando em Splatoon, seria isso a forma da Nintendo avisar que irá abrandar suas políticas quanto a e-sports, transmissões e criação de conteúdo?
No release oficial temos também a lista de desenvolvedoras que já estão apoiando a nova plataforma da Nintendo, e é animador saber que temos mais que o dobro de empresas que apoiaram o Wii U apoiando o Nintendo Switch.
Confira abaixo a lista completa:

Segundo Reggie Fils-Aime, presidente da Nintendo of America, o Nintendo Switch "dá ao jogador liberdade de jogar onde quiser o que quiser, expandindo o conceito de gameplay sem limites."

Nosso veredito:

O Nintendo Switch possui o melhor conceito de gameplay dos últimos 10 anos da Nintendo, superando em parte o próprio Wii que foi uma das maiores revoluções dos games, porém, o trailer é feito exatamente para vender a idéia, não mostrar como realmente irá funcionar o novo console.

É ainda um mistério de como irá funcionar a transição da tela para a televisão e se haverá algum tipo de delay, além de não sabermos se a imagem da tela do Nintendo Switch será realmente tão boa a ponto de não sentirmos a diferença de jogar na tela ou na televisão.
O Joy Con é uma graça e é genial como ele pode funcionar como um ou dois controles, porém, devido ao seu tamanho é preocupante a frequência com que jogadores menos experientes ou até mesmo crianças poderão perde-lo, e ainda não sabemos se caso percamos uma parte do Joy Con iremos poder continuar jogando normalmente.
A tela também é um dos fatores preocupantes, afinal, o trailer estimula muito o multiplayer local com os dois controles, mas será que na prática a tela não ficará apertada e muito pequena para este tipo de gameplay? Além disso, quanto tempo a bateria da tela poderá suportar fora do Nintendo Switch Doc?
Pouco depois de anunciado o Nintendo Switch, as ações da Nintendo cairam na bolsa, mas acredita-se que isso se deva pela Nintendo não ter informado nenhuma especificação técnica avançada em relação ao console, nem o seu valor no mercado.
Embora tenha sido demonstrado no trailer, a Bethesda, desenvolvedora responsável pelas séries Fallout, The elder scrolls, Doom e Quake, não confirmou que Skyrim em sua versão remasterizada seria lançado para Nintendo Switch e que apenas permitiu o uso da imagem para o trailer.

O Nintendo Switch mostrou ao mundo o porquê a Nintendo ainda é relevante nos dias de hoje e porquê todos devem respeitar a empresa mais tradicional do mundo dos games, porém, ainda há muita neblina na frente do console, embora ele tenha enfim sido revelado, o que irá definir se o console vai ou não vingar, além do preço, é sua capacidade de rodar bons jogos não somente da própria Nintendo, mas de third parties e títulos de peso. Outro fator que vai definir o sucesso do console, é se a tela terá capacidade de muitas horas de jogatina portátil e se sua definição de imagem será boa o suficiente para convencer-nos a jogar longe de uma televisão.
Vamos aguardar o que a Nintendo tem preparado, o Nintendo Switch chega ás lojas em março de 2017.
Dossiê Nintendo Switch Dossiê Nintendo Switch Reviewed by Pablo Santos on sexta-feira, outubro 21, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Related Posts No. (ex: 9)