O que aconteceu com o game over?

Conforme os jogos iam evoluindo, assim ia também a experiência de gameplay.
A evolução dos video games fez apreciarmos gráficos mais realistas, histórias mais densas e bem elaboradas, nos apresentou personagens marcantes e conclusões incríveis. Porém conforme os anos iam passando e passamos de 8 a 16, 32, 64, 128 bits e etc também sentimos que os jogos iam ficando mais simples, mais fáceis, enquanto nos anos 80/90 ficávamos travados em uma fase sem saber o que fazer, hoje em alguns jogos se largamos o controle por um período de tempo o próprio jogo nos informa o que deve ser feito.
Fora outros jogos que deixam na tela o objetivo e uma marcação no mapa de como chegar ao local. Ou até mesmo com o pressionar de um botão nos é revelada a rota mais rápida para o final do jogo.
Foi-se a época em que xingávamos o console ao jogar Contra, Castlevania, Mario Bros, Mega Man e outros que pela sua dificuldade consagrava como grandes jogadores aqueles que chegavam ao seu final, se não perdesse vidas então a pessoa virava uma lenda!
Claro que passwords, cheats, game shark e etc deixavam tudo mais simples, mas ainda assim era difícil ter acesso aos mesmos já que ou era necessário comprar uma revista de game para verificar as dicas e códigos, enquanto no caso do game shark, sabendo da sua utilidade na época era vendido pelo dobro, as vezes pelo triplo do valor de um cd ou cartucho de jogo pela sua utilidade.
Como exemplos podemos utilizar a série Resident Evil da Capcom, que se consagrou como survivor horror nos tempos áureos de PS1, com munição e itens de cura limitados, você era forçado a correr ou deixar de lado a sala com uma boa recompensa devido a grande quantidade de inimigos que aumentavam a dificuldade, mas que nas suas últimas edições (estou desconsiderando spin offs como Resident Evil Revelations) se mostrou muito mais um jogo de ação do que um jogo de sobrevivência.
Enquanto por outro lado temos a série Dark Souls que por sua vez mostra que jogos com dificuldade verdadeira pode ser muito divertida, apesar de frustrante certas vezes. Com dificuldade elevadíssima e mecânica de jogo simples, a série se tornou uma das favoritas dos jogadores masoquistas mais competitivos.
Muitos jogos por contarem com história e narrativa de grande importância, optam pelos checkpoints e saves automáticos como uma forma do jogador se manter atento e sem perder a emoção do jogo. 
O que você acha dos saves automáticos e toda a ajuda dos games atuais, fazendo a tela de Game Over se tornar cada vez mais rara? Comente abaixo a sua opinião!

O que aconteceu com o game over? O que aconteceu com o game over? Reviewed by Unknown on quinta-feira, setembro 10, 2015 Rating: 5

Um comentário

  1. Dark Souls não é um jogo dificil é um jogo com movimentação dura e travada que faz parecer dificil

    ResponderExcluir

Related Posts No. (ex: 9)