Saia da sua bolha

Um fato sobre a sociedade atual é que vivemos todos em bolhas sociais individuais, sem permitir que nada nem ninguém que pense diferente interfira em nossa visão sobre o mundo e tudo nele, e isso é muito perigoso. 
Cinema, quadrinhos, música, novela, ideologia política, isso são apenas alguns dos exemplos de assuntos que tornam nosso dia-a-dia mais interessante, porém, tem se tornado um inferno nas redes sociais. 
Com uma triste frequência, twitter e facebook são alvos de discussões e isso é bom, todo assunto pode gerar conversa e discussão, desde que todos os envolvidos saibam argumentar e contra-argumentar de forma coerente e saudável. No entanto, não é bem assim que acontece. 
Cada vez mais frequentemente se alguém opinar sobre algum assunto e revelar sua forma de pensar é diferente do que a maioria, esse alguém é rechaçado por haters e apoiadores da idéia comum. 

As redes sociais apenas contribuem para as bolhas sociais.
É difícil para o leitor, imagino eu, entender o assunto sem pensar em uma conotação mais política do assunto, mas vou ilustrar. 
Fãs de cinema e quadrinhos, ao criticar um filme da Warner/DC são constantemente criticados e chamados de “Marvete” pois se obviamente (na cabeça de alguns haters) criticam os filmes baseados em personagens DC, são fãboys assumidos de qualquer coisa que a Marvel faça. 
Infelizmente, estes casos existem, mas com uma frequência menor do que se imagina. 
É ignorância e burrice defender qualquer coisa, sem a conhecer e sem saber dos seus defeitos, faz parte de evoluir nosso conceito quando entendemos as falhas de seja lá o que for e saber diferenciar algo bom porque é bom mesmo com defeitos de querer que algo seja bom e tentar ocultar suas falhas.

Um perfeito exemplo de como as empresas são e como os fãs são
Se uma pessoa gosta, por exemplo, de consoles e outra nunca teve um console e sempre usou computadores para jogos, ela não pode dizer que esse alguém que joga e gosta de consoles é inferior por isso. Cada qual tem uma experiência de jogo diferente e uma visão diferente sobre o que deve ser um jogo eletrônico. 
Se você é desses que adora a console war ou que esfrega na cara de todos que computadores são superiores: Pare. 
Nada é mais estúpido do que achar que seus conceitos são melhores que o das outras pessoas. A beleza da vida é ganhar novas experiências, novos aprendizados. 
Faça um exercício, um dia da semana, faça algo diferente ou tente algo que você não gosta ou não concorda. Jogue um jogo de gênero diferente, faça uma rota diferente para o trabalho, converse com o seu contato do facebook que tenha a idéia mais controversa a sua sobre algum determinado assunto. 
Mantenha perto as pessoas com idéias e ideais diferentes que os seus para você poder entender melhor os pontos de vista diferentes sobre o mundo. 
Por fim, não exclua seus colegas, amigos, conhecidos só por eles terem uma idéia diferente sobre algum assunto, isso mostra sua imaturidade e incapacidade de lidar com algo que foge a sua caixinha de areia, além de mostrar aos outros membros da sua “bolha social” que se algum dia eles discordarem de algo ou pensarem de forma diferente a sua, vão apenas perder um contato, amigo ou colega. 
Tente ser alguém melhor e não se isolar socialmente a ponto de não saber lidar com diferenças. 
Saia da sua bolha Saia da sua bolha Reviewed by Pablo Novaera on terça-feira, março 06, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Related Posts No. (ex: 9)